Rejuvenescimento íntimo, como prevenir e/ou tratar?


A passagem dos anos marca o corpo inteiro de maneira singular, vincando a pele e transformando os cabelos negros em fios grisalhos. O que viemos te contar hoje é: Com a vulva e a vagina não é diferente! Elas também se tornam menos viçosas e bem menos lubrificadas com o envelhecer, precisando de cuidados básicos diários, assim como tratamentos e exercícios físicos que preservem sua juventude. Veja bem, quando se trata de região íntima todas as alterações físicas e fisiológicas vão interferir diretamente na sua saúde sexual e urológica. Ou seja, o envelhecimento íntimo não prejudica só a estética, tem muita coisa importante além disso.


O nosso corpo sempre dá alguns avisos e cabe a nós reconhecê-los e cuidar disso precocemente. Os primeiros sinais de que o tempo está passando ali embaixo são: escurecimento e manchas na vulva, flacidez nos grandes lábios, flacidez vaginal que acaba levando a frouxidão e ocorrência de “flatos vaginais”, incontinência urinária aos esforços como espirrar ou pular, urgincontinência (pressa para urinar), sensação de “bola na vagina” devido aos prolapsos genitais e incontinência fecal ou fissuras anais. Sendo que esses sinais podem acontecer isoladamente ou de forma combinada. A maioria deles não tem melhora espontânea, ou seja, é preciso tratar se não a piora será gradual. Mas, por outro lado veja só que maravilha: todos esses sinais e sintomas tem prevenção!


Mas, me diga, o que você tem feito para prevenir o envelhecimento íntimo? Você saberia me citar uma ou duas atitudes para isso?


Para prevenir o envelhecimento íntimo, existem 3 pilares, sendo eles:


1 - Atividade física;

2 - Cuidados diários diários com skincare íntimo;

3 - Procedimentos e tecnologias no consultório ginecológico.


É um procedimento que pode ajudar em vários aspectos, tanto estético, quanto na funcionalidade da área íntima feminina. E Tem como objetivo solucionar problemas que afetam de algum modo o emocional ou bem-estar físico das mulheres.


Os procedimentos de rejuvenescimento íntimo:


Se você deseja aumentar a sua autoestima e satisfação com o próprio corpo, o rejuvenescimento íntimo é, sem dúvida, um tratamento a ser considerado. E pode ser um grande aliado para as que estão na fase da menopausa e climatério.


A partir dos 30 anos o colágeno começa a diminuir, e a região íntima não fica de fora disso. O estrogênio é outro que entra em queda, o que gera algumas alterações e sintomas, como: incontinência urinária, ausência de lubrificação vaginal, dor na relação sexual, hipertrofia ou assimetria dos pequenos lábios, entre outros.


É ai que entra os procedimentos estéticos para nos socorrer!


E quais são esses procedimentos?


Existem várias técnicas, entre elas estão: lasers, ultrassom microfocado, radiofrequências, peelings para clareamento, preenchimentos, bioestimuladores de colágeno, entre outros...


Em específico, cada um deles possui suas indicações de acordo com o objetivo a ser alcançado.


O importante é que, ao notar algum desses sintomas você não tenha medo ou vergonha de procurar o seu ginecologista para juntos, escolherem o que melhor se adequa ao seu caso!


Gostou desse artigo? Nos siga nas redes sociais!


Instagram: @clinicabadra & @dragiovannamilhomem

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo